Please reload

Posts Recentes

CASE: Agência Conceito Premium da Unicred Vale Europeu, a flagship do Sistema em Blumenau.

21.09.2018

1/1
Please reload

Posts em Destaque

Aumentando a produtividade por meio da qualidade do ambiente de trabalho.

Falta de engajamento, dores crônicas, irritabilidade, desatenção e insatisfação são resultados de ambientes pouco salubres.

 

A forma como passamos o tempo nos ambientes de trabalho impacta diretamente na nossa qualidade de vida. Subestimar a importância dos projetos arquitetônicos pode ocasionar perdas significativas nos resultados das organizações.

A qualidade do espaço físico de trabalho está intimamente ligada à produtividade, além de fatores como otimização de processos, definição de rotinas e outras ferramentas de redução de erros. A salubridade do ambiente e ergonomia das estações de trabalho reduzem as faltas relacionadas a problemas de saúde, e o bem-estar e satisfação ao trabalhar garantem que as pessoas sejam mais motivadas e concentradas.

 

Os investimentos em espaços físicos mais humanizados e preocupados com as necessidades individuais têm seu retorno garantido em eficiência, produtividade, motivação e qualificação da reputação das instituições que investem no bem-estar dos seus usuários, sendo reconhecidas por terem uma estrutura física coerente com sua cultura organizacional.

 

Além da ergonomia e acessibilidade, destacaremos outros quatro itens importantes para serem considerados em um ambiente de trabalho: sons, iluminação, climatização e visual. Cada um desses fatores deve ser estudado e aplicado em cada situação específica. Existem normas na ABNT que estabelecem critérios objetivos para garantir a qualidade e salubridade dos ambientes.

 

Níveis de ruído para conforto acústico – NBR 10152:1987 VC:1992

Com certeza produzir errado é pior do que não produzir. Estudos comprovam que exposição a níveis altos de ruído causam distração, reduzem a produtividade em até 40% e aumentam em 30% os erros cometidos.

 

Iluminação de ambientes de trabalho – NBR ISO/CIE 8995-1:2013

A iluminação inadequada causa transtornos por fadiga visual, causada inclusive pela variação da quantidade de iluminação entre ambientes, gerando esforço de adaptação dos olhos. Cefaleia, cansaço visual e astenopia são causadas por exposição à luz excessiva, superfícies polidas e refletoras. Níveis mínimos de iluminância são apontadas na norma da ABNT.

 

Instalações e Sistemas de ar condicionado e ventilação –NBR 16401:2008, NBR 15848:2010

Na maioria dos ambientes climatizados artificialmente não é considerada a renovação de ar. Além dos sintomas de desconforto típicos de quem passa muito tempo num ambiente climatizado sem renovação do ar, como dor de cabeça e sonolência, pode-se disseminar vírus e bactérias que estejam presentes no ambiente.

 

Cores e elementos naturais

As cores são alvo de inúmeros estudos que comprovam sua influência no organismo humano e sua aplicação estratégica induz ao comportamento desejado. Estudos apontam um aumento em 15% na satisfação ao estar em ambientes em contato com a natureza, vegetação ou mesmo elementos naturais como madeira, pedra e água. A vista para o exterior também é muito recomendada, por isso prédios comerciais costumam ser torres de vidro.

Enfim, criar espaços físicos de trabalho focados nas necessidades dos usuários, personalizados e saudáveis garantem a satisfação e motivação necessárias para o engajamento que resulta em alta produtividade. Certifique-se de contratar profissionais qualificados e atentos a essas considerações nos projetos arquitetônicos para potencializar os resultados dos colaboradores e, consequentemente, da instituição.

 

Clique aqui e conheça todos os serviços que podemos fazer pela sua organização.

Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Arquivo
  • LinkedIn Social Icon
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square

® 2006-2019 DEGRAU - Estratégia em Arquitetura. Todos os direitos reservados.

  • Instagram - Degrau Arquitetura
  • LinkedIn - Degrau Arquitetura
  • Facebook - Degrau Arquitetura
  • Twitter - Degrau Arquitetura